Blogroll

Image and video hosting by TinyPic

Os primórdios de Smaug

 

Smaug era um dragão grande e poderoso do Norte, de tempos antigos, que um dia alçou voo para o Sul, e atacou a Montanha Solitária e seu reino subterrâneo: o Reino dos Anões Sob a Montanha. Após isso, também atacou a cidade de Valle, aos pés da mesma montanha, destruindo-a. E saqueando ambos os reinos, levou tudo à Câmara Inferior, bem nas raízes da Montanha Solitária, onde amontoou todo tesouro e passou a dormir sobre ele. Smaug ficou tanto tempo deitado em cima do tesouro que, em sua barriga, formou-se uma armadura de diamantes e pedras preciosas com apenas um único ponto fraco.


Mais ou menos uns duzentos anos depois da destruição de Valle e do Reino dos Anões (o livro não deixa muito claro o tempo decorrido), um descendente do Rei-Sob-a-Montanha, Thorin Escudo-de-Carvalho, retorna com uma companhia de treze anões, um hobbit, e o mago Gandalf, para resgatar o tesouro e reconstruir o reino. Graças, justamente, ao pequeno hobbit Bilbo Bolseiro, se descobre o ponto fraco de Smaug, e tendo o dragão se irritado, por causa de vários acontecimentos envolvendo Bilbo e os anões, Smaug decide atacar a Cidade do Lago de Esgaroth, onde mora Bard, o arqueiro, que avisado do ponto fraco do dragão, atira uma flecha certeira nesse ponto.


Os ossos do, um dia poderoso, Smaug, estão enterrados sob a água fria do Lado Comprido desde então, mas ninguém se atreve a aproximar para roubar algumas jóias de sua carcaça, por causa da água, que se tornou envenenada.


Há de se contar um trecho curioso do final de O Senhor dos Anéis, em que alguns documentos nos levam a crer que Gandalf, o mago, já preocupava-se com Smaug caso Sauron retornasse de uma vez. Afinal, sendo um dragão tão poderoso, teria sido um inimigo terrível na Guerra do Anel.


Dragão Smaug


A origem do nome de Smaug é derivado do verbo em alemão primitivo smugan: "deslizar em um buraco", uma etimologia que Tolkien chamou de "uma piada filóloga de mau gosto".1 De acordo com Tom Shippey, o nome Smaug poderia ter sido tirado da misteriosa expressão sm'eah-wyrm "pen­etrating worm" (literalmente verme penetrante) presente em Bald's Leechbook, uma obra anglo-saxônica do século X,2 uma sugestão apoiada pela declaração de Tolkien no jornal The Observer, no qual ele afirma que Smaug vem da expressão wid smeogan wyrme "against the penetrating worm" (literalmente contra o verme penetrante).1 Shippey diz que o nome refere-se mais à mente do que o física do dragão porque o significado de smeagan também se refere ao ardil, um nome que perfeitamente é o terno de Smaug, "a inteligência mais sofisticada de O Hobbit."3


Mais remotamente, Smaug também está ligado ao nome da criatura Smeagol, um derivado do inglês antigo smygel "terrier, lugar em que se escorrega", que Tolkien também chamou de smial, nome dado pelos hobbits aos seus buracos mais luxuosos.4 Smaug é supostamente representado com o nome Trâgu, que tem o mesmo significado na língua de Dale,5 também em relação ao verdadeiro nome de Smeagol em Westron: Trahald.5 Durante sua entrevista, Bilbo dá muitos nomes para embelezar Smaug: "Smaug, o Terrível", "Smaug, o primeiro e único destruidor", "Smaug, das riquezas imensuráveis​​", "Smaug, o Poderoso", "Senhor Smaug, o Impenetrável" e "Vossa Magnificência".


Smaug é um dragão alado de cor vermelha e dourado. Ele possui um olfato muito aguçado, tanto que ele pode determinar o número de membros da companhia, apenas com o cheiro. Seu peito é coberto com jóias e pedras preciosas incrustadas, com exceção de uma pequena parte no "peito oco esquerdo que é nu como um caracol sem sua concha. Sua armadura emite uma luz vermelha e quente.


Smaug é descrito como "especialmente ganancioso, forte e mau, o mais poderoso de seu tempo." No primeiro capítulo de O Hobbit, sabe-se que ele já havia ultrapassado os cinco metros de altura, nota quando ele era um jovem dragão.




Aragorn I



Aragorn, nomeado para o seu antepassado Aragorn I, nasceu em 1 º de março de 2931 da Terceira Idade, o filho de Arathorn II e sua esposa Gilraen. Através de seu ancestral Elendil (quem ele muito semelhantes) [1] Aragorn era descendente de Elros Tar-Minyatur, Lord's Elven Elrond Meio-irmão gêmeo e do primeiro rei de Númenor. Seu antepassado Arvedui foi apegada a Firiel, que suportaram Aranarth seu filho, fazendo o último descendente de Aragorn Anárion também.
Quando Aragorn tinha apenas dois anos, seu pai foi morto enquanto prosseguem Orcs. Aragorn depois foi escondido em Valfenda com Elrond. 


A pedido de sua mãe, sua linhagem foi mantida em segredo, como ela temia que ele seria morto como seu pai e avô, se sua verdadeira identidade como o descendente de Elendil e herdeiro de Isildur se tornou conhecido. Aragorn foi renomeado ESTEL e não foi dito sobre o seu património até que ele veio de idade em 2951.


Elrond revelou a "ESTEL" seu verdadeiro nome e a ascendência quando ele veio de idade, e entregou a ele os fragmentos de Narsil, a espada de Isildur, e o Anel de Barahir. Foi também nesta altura que as profecias acerca de Aragorn foram cumpridas, e ele se apaixonou por Arwen, filha de Elrond, que tinha voltado havia pouco de Lórien, terra natal de sua mãe.


Aragorn posteriormente assumiu seu papel adequado como o décimo sexto Chieftain dos Dúnedain, os Rangers do Norte, e entrou em estado selvagem, onde viveu com os restos de seu povo, cujo reino havia sido destruído por guerras civis e regionais séculos antes.


Aragorn conheceu Gandalf, o Cinzento, em 2956, e eles se tornaram amigos íntimos. Na Gandalf's conselhos ele e seus seguidores passaram a guarda um pequeno terreno conhecido como o Shire, habitada pelo diminutivo agrária e Hobbits, e ele se tornou conhecido entre os povos só fora das fronteiras do Shire como Strider.


De 2957 a 2980, Aragorn assumiu grandes viagens, servindo nas forças armadas do Rei Thengel de Rohan, e Steward Ecthelion II de Gondor. Muitas das suas funções contribuiu para aumentar a moral no Ocidente e contra a crescente ameaça de Sauron e seus aliados, e ele ganhou experiência inestimável que ele iria colocar mais tarde para utilizar na Guerra do Anel. Aragorn servido lordes em seu disfarce e seu nome em Gondor e Rohan durante esse tempo foi Thorongil (Águia da Estrela). 


Com uma pequena Gondorian esquadra de navios, ele liderou um assalto sobre a província rebelde de longa data de Umbar em 2980, queima muitos dos corsários dos navios e pessoalmente assassinato seu Senhor durante a batalha com os paraísos. Após a vitória em Umbar, "Thorongil" deixou o campo e, para o desânimo dos seus homens, passou Oriente.


Mais tarde, em 2980, ele visitou Lórien, e lá mais uma vez cumpridos cris. Ele deu-lhe a heirloom de sua casa, o Anel de Barahir, e, sobre a colina de Cerin Amroth, cris prometeu-lhe a mão em casamento, renunciando a sua linhagem Elvish e aceitar o dom de Homens: a morte.


Elrond retido de Aragorn permissão para casar com sua filha até ao momento em que seu filho deve ser fomentar rei de Arnor e Gondor ambos. Como ambos Elrond e Aragorn sabiam, para casar com um homem cris seriam obrigados a escolher mortalidade, e, portanto, privar a deathless Elrond de sua filha, enquanto durou o mundo. Elrond também foi por causa da própria felicidade cris, temendo que, no final, ela poderia encontrar a morte (e que ela própria de sua amada) demasiado difícil de suportar.


Antes dos acontecimentos de O Senhor dos Anéis bom ter lugar, Aragorn também viajou através do Dwarven MORIA de minas, e de Harad, onde (nas suas próprias palavras) "as estrelas são estranhos". Tolkien não especifica quando estas viagens ocorreu.


Em 3009, Gandalf cresceu a suspeita de que pertencem ao anel O Hobbit Bilbo Bolseiro, que mais tarde viria a revelar-se a um anel, a fonte do mal's Dark Lord Sauron poder. Aragorn passou a seu pedido em Rhovanion em busca de Gollum, que tinha possuído uma vez o Anel. Ele peguei a criatura na Dead Marshes perto de Mordor, e trouxe-lhe como um cativo para Thranduil's prefeituras em Mirkwood, onde Gandalf questionou ele.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...